quarta-feira, 23 de setembro de 2015

Dorsal Atlântica, "Antes do Fim" LP (Mutilation, 1986/2013).




Foi divulgado pela Polysom três vídeos sobre as futuras reedições dos Mutantes que serão lançadas na caixa da banda. Todas remasterizadas a partir das fitas originais e esses três vídeos mostram justamente as tais fitas. Algumas pessoas implicam erroneamente com os discos da Polysom pelo fato de que eles são remasterizados a partir do CD, então a fábrica/gravadora resolveu produzir esses vídeos para ninguém ter dúvidas a respeito da veracidade do fato de que eles usam as fitas originais para relançar um vinil. 

Acontece que o fato de usar a fita original não garante um som de primeira linha. Vários fatores influenciam o som de um vinil, como o corte, por exemplo. No caso da reedição de “Antes do Fim”, álbum de estreia do Dorsal Atlântica, foi explicado no encarte que a primeira prensagem do disco, de 1986, tem um som abafado por causa do corte mal feito.  Essa reedição foi lançada pela Mutilation Records em 2013, o vinil foi fabricado na Polysom. O som é ótimo, todo mundo ficou satisfeito, a banda, gravadora e fãs.




No encarte a banda fez questão de publicar uma foto das duas fitas originais do disco. Temos também cartazes dos primeiros shows, várias fotos da banda na época e uma foto atual, as letras em português, mais algumas histórias, enfim, uma reedição caprichada em capa dupla e vinil vermelho translúcido.  O desenho de caveira da capa original foi substituído pela foto da caveira que inspirou o desenho. Apesar de idolatrado pelos metaleiros, esse disco é quase um crossover, pois tem um som bem punk rock, inclusive na temática das letras. Um verdadeiro clássico.

“Álcool”

Meu corpo fede à álcool
Minhas pernas não têm mais força
Droga que a sociedade me deixa usar

É isso o que eles querem, que eu vomite na sarjeta
Estão rindo de mim, eu deveria rir também

Só preciso beber
É a vida que eu escolhi
Se eu não me preocupo
Por que você tem que se preocupar?
Me embriagar, me encher de álcool até cair no chão

O álcool queima o meu corpo
Acaba comigo
Qual é o destino para quem não tem futuro?
Para quem acostuma a cair, não faz diferença
Mas não tenha pena de mim porque eu não gosto disso

Boca seca, luz do sol que me ofusca
Aproveitar cada litro da minha vida

“Depressão Suicida”

Minha cabeça parece que vai explodir
Como se toda a culpa do mundo caísse sobre mim
Depressão cega os olhos da mente
Meu coração se aperta brutal

Quatro paredes me deixam atormentado
Concentram energia negativa
Carregam e descarregam sobre mim
Batalha sem fim

Depressão suicida

Inferno existe
Estou pagando adiantado
Meus gritos ecoam na minha alma
Marcam de chicote o karma
Fantasmas dos pesadelos assombram a minha vida

 
Você pode adquirir Dorsal Atlântica, "Antes do Fim" LP na Locomotiva Discos, clicando aqui.

Nenhum comentário:

Postar um comentário